Um Príncipe em Nova York 2: Cada personagem ausente na sequência do Filme

Um príncipe em Nova York (Coming 2 America) reúne muitos personagens do filme original, mas infelismente alguns dos mais favoritos e queridos pelos fãs não aparecem na sequência. Como o filme explica sua ausência?

Os fãs de Um Príncipe em Nova York (1988), perceberão que alguns personagens estão faltando em Um Príncipe em Nova York 2. Na época de seu lançamento no final dos anos 80, Eddie Murphy já era um nome familiar graças à sua passagem pelo Programa de TV Saturday Night Live, seus especiais de comédia stand-up e seus papéis principais em Beverly Hills Cop, 48 Hrs., Trading Places e Beverly Hills Cop II. A comédia romântica, dirigida por John Landis, co-estrelou Arsenio Hall, John Amos, James Earl Jones e Shari Headley. Um Príncipe em Nova York foi um sucesso de bilheteria, arrecadando $288 milhões em todo o mundo.

Um Príncipe em Nova York 2 atualmente em streaming pela Amazon Prime Video como um de seus lançamentos de filmes exclusivos de 2021, continua a historia três décadas após o casamento de conto de fadas do Príncipe Akeem Joffer (Murphy) e Lisa McDowell (Headley), que agora tem três filhas. O futuro de Zamunda é incerto, pois Akeem não tem nenhum herdeiro homem, tornando o país vulnerável a um ataque do General Izzo (Wesley Snipes) da Nexdoria. Enquanto King Jaffe (Jones) se deita em seu leito de morte, ele revela que Akeem realmente tem um filho: o produto de um encontro esquecido induzido por drogas facilitado por Semmi (Hall) durante seu tempo no Queens. Esta notícia envia Semmi e Akeem de volta à América para rastrear a última e aparentemente a melhor esperança de garantir o futuro de Zamunda. Um Príncipe em Nova York 2 inverte o roteiro com Akeem preparando seu filho Lavelle Junson (Jermaine Fowler) para tomar seu lugar e forçando Lavelle a se casar com a filha de Izzo, Bopoto (Teyana Taylor).

Um Príncipe em Nova York 2 tem sangue novo no elenco, incluindo Leslie Jones como Mary Junson, Tracy Morgan como Tio Reem e Nonzamo Mbatha como o interesse amoroso de Lavelle, Mirembe. As filhas de Akeem, Meeka, Tinashe e Omma, são interpretadas por KiKi Layne, Akiley Love e Bella Murphy (filha na vida real de Eddie Murphy). Morgan Freeman, Trevor Noah, Gladys Knight, Colin Jost, Davido, En Vogue e Salt-N-Pepa fazem aparições especiais. Mais importante para os fãs, a sequência traz de volta uma série de personagens memoráveis ​​com membros do elenco de Coming to America reprisando seus papéis: Amos como Cleo McDowell, Vanessa Bell Calloway como Imani Izzo (irmã do General Izzo), Paul Bates como Oha, Garcelle Beauvais ( ex-portador da rosa que se tornou sacerdotisa), e Louis Anderson como o sofredor empregado de McDowell, Maurice. Hall e Murphy colocam as próteses para ressuscitar os cutups Clarence, Morris e Saul da My-T-Sharp, bem como o reverendo Brown de Hall e Randy Watson de Murphy. Apesar da impressionante realização de reunir tantos membros do elenco original, alguns personagens estão faltando na sequência.
foto

Parado ai cara!


Samuel L. Jackson interpretou um ladrão armado cuja tentativa de assaltar McDowell’s foi frustrada por Semmi e Akeem. Em 1988, Jackson ainda não tinha se estabelecido como um Lista-A de Hollywood, mas depois de Um Príncipe em Nova York 2, ele estrelou sucessos de bilheteria como Pulp Fiction: Tempo de Violência, Jurassic Park e a trilogia preloúdio de Star Wars. Ele frequentemente colabora com os diretores Spike Lee e Quentin Tarantino, e seu papel como Nick Fury o tornou um esteio em vários filmes da Marvel. Em uma entrevista de 2019, Murphy disse ao HipHollywood que Jackson estava muito ocupado para assinar para Coming 2 America, que teria mostrado seu personagem roubando McDowell’s novamente. Jackson aparece em um clipe do primeiro filme que serve como um flashback enquanto Mirembe conta a Lavelle como seu pai superou muitos obstáculos para pousar a mulher dos seus sonhos.


Eriq La Salle interpretou Darryl Jenks, o desagradável namorado sexista de Lisa e herdeiro do império Soul Glo. Lisa terminou com o Jheri de La Salle depois que ele conspirou com Cleo para anunciar o noivado de Lisa sem realmente fazer a pergunta. Quando os fãs viram Darryl pela última vez, ele estava sendo consolado pela irmã mais nova de Lisa. La Salle, que interpretou o Dr. Peter Benton por nove temporadas em ER, canalizou seus talentos por trás das câmeras, dirigindo e atuando como produtor executivo na série da NBC Chicago P.D. Em 2019, TheGrio relatou que durante o quinto dia de imprensa anual da rede em Chicago, La Salle disse aos jornalistas que não teve tempo para repetir o papel que ele venceu Wesley Snipes. Não há referências a Darryl na sequência.

Um Príncipe em Nova York 2: Todos os personagens ausentes da sequência Allison Dean
Allison Dean, que interpretou Patrice McDowell, a irmã mais nova maluca de Lisa no primeiro filme, só é vista em uma foto durante os créditos de abertura da sequência. Embora Akeem tivesse olhos para Lisa, ele saiu com Patrice, que não tão discretamente o acariciou enquanto assistiam a um jogo de basquete universitário. Patrice também se aproximou de Semmi, e ela fez uma jogada para um Darryl de coração partido. Depois de Coming to America, Dean apareceu nos filmes Speed ​​2: Cruise Control e Ruby in Paradise, e nos programas de televisão Once and Again, Alias ​​e Girlfriends, após os quais sua carreira parece ter estagnado. Qualquer explicação para a ausência de Dean ou o destino de Patrice permanece um mistério, mas alguns fãs recorreram ao Twitter para expressar sua curiosidade em relação ao paradeiro de McDowell.

Rainha Aoleon
Um Príncipe em Nova York 2:
A atriz vencedora do Emmy, Madge Sinclair, interpretou a mãe de Akeem, a Rainha Aoleon, que se entregou ao marido em muitos assuntos, exceto a felicidade do filho. Antes de vir para a América, Sinclair era mais conhecida por interpretar Bell Reynolds na minissérie Roots e seu papel como enfermeira Ernestine Shoop em Trapper John, M.D. Sinclair morreu de leucemia em 1995 após uma batalha de 13 anos contra a doença. Um Príncipe em Nova York 2 presta homenagem à Rainha Aoleon ao longo do filme usando fotos de família, um retrato no quarto do Rei Jaffe e, de forma mais tocante, quando seu nome é evocado durante uma conversa entre Akeem e Cleo. Enquanto Cleo dá conselhos a um Akeem em conflito, ele questiona o que a Rainha poderia dizer, afirmando que ele sempre a considerou a mais sábia dos Joffers.