Jim Carrey diz que está “enjoado” por Will Smith ser aplaudido de pé no Oscar

Jim Carrey, que está fazendo imprensa para promover seu novo filme, Sonic The Hedgehog 2, apareceu em uma entrevista da CBS com Gayle King para discutir não apenas seu novo filme, mas a cerimônia do Oscar deste ano. Quando King perguntou a Carrey o que ele achava da cerimônia de premiação, ele disse a ela em termos inequívocos que achou a reação do público à vitória de Will Smith no Oscar momentos depois que ele deu um tapa em Chris Rock perturbadora.

“Fiquei doente. Fiquei enojado com a ovação de pé. Eu senti que Hollywood é apenas covarde em massa. Realmente senti que isso é uma indicação clara de que não somos mais o clube legal”, disse ele. (Você pode assistir aos comentários de Carrey no vídeo acima; avance para a marca de 3:20.)

Quando King acrescentou que havia um debate sobre se Smith deveria ou não ter sido preso, Carrey disse: “Ele deveria ter sido”.

Embora Chris Rock tenha se recusado a apresentar queixa contra Smith, Carrey diz que teria se fosse ele. “[Rock] não quer o incômodo. Eu teria anunciado esta manhã que estava processando Will em US$ 200 milhões. Porque esse vídeo vai estar lá para sempre, vai ser onipresente. Esse insulto vai durar muito tempo. Se você quer gritar da platéia e desaprovar ou dizer algo no Twitter ou qualquer outra coisa, você sabe, você não tem o direito de subir no palco e bater em alguém porque eles disseram palavras.”

King prosseguiu, dizendo: “Eu apenas pensei, Jim, que havia escalado para esse nível –”

Carrey interrompeu King dizendo: “Não aumentou, surgiu do nada porque Will tem algo acontecendo dentro dele que é frustrante. Desejo-lhe o melhor, de verdade. Não tenho nada contra Will Smith. Ele fez grandes coisas, mas aquele não foi um bom momento… Foi apenas um momento egoísta que lançou uma mortalha sobre a coisa toda.”

Então, uh, vá ver Sonic The Hedgehog 2 quando for lançado em 8 de abril?

Leia mais: